está lá, já irá

somos os mesmos imbecis de antes os imbecis vazios, estufados repetitivos e infantis benzidos por santos imbecis não perdoados por deuses imbecis com nosso discurso do fiz-mas-juro-que-não-fiz nossos sacrifícios pra fétida flor-de-lis da nobreza, essa pobre elite grã-fina que admite o crime mas não diz e segue impune, por rotina pois quem julgará o juiz?